Principal . Produtos . Pontos de venda Lojas Virtuais Projetos e Parcerias Notícias e oportunidades Contato

Conhecendo a história

Esta historia iniciou em 2001, como opção de vida, e ao longo deste período vem adquirindo experiência no plantio biiodinâmico, conservando e melhorando o meio ambiente de sua localização, além de contribuir com a social em seu entorno.

`NAMASTÊ´.  “A MINHA ESSÊNCIA SAÚDA A SUA ESSÊNCIA” -  Com este pensamento a Namastê faz nascer seus produtos. A matéria prima provêm de pequenos agricultores e de projetos com responsabilidade social.
Estes plantios cultivam o equilíbrio entre o Homem e a Natureza, onde a interferência humana é mínima e existe a preocupação em reconstruir o ambiente natural, protegendo solos, arvores e florestas naturais, mantendo os ciclos das águas limpas e ar puro
A linha Namastê são mais que produtos, são opções pelo bem estar, onde um alimento completo encontra com o seu ser e o saúda. Tudo é cuidadosamente pensado e feito: do plantio à confecção das embalagens.
Experimente os chás Namaste  mas não pare por aí. Reserve um tempo para cuidar de você , relaxe, sorria, dê espaço à paz e a quem você ama, respire a vida e deguste o que ela tem de melhor.
 


Movimento biodinâmico e orgânico :   

Desde o final do século XIX, existia na Europa e, mais especificamente, na Alemanha um movimento por  uma alimentação natural que preconizava uma vida mais saudável. Esse movimento fazia parte de uma  corrente de pensamento que contestava o desenvolvimento industrial e urbano da época. No início do  século XX, mais especificamente na década de 1920, surgiram as primeiras correntes alternativas ao  modelo industrial ou convencional de agricultura.

Em 1924, o filósofo austríaco Dr. Rudolf Steiner apresentou uma visão alternativa de agricultura baseada na  antroposofia, lançando os fundamentos do que seria a agricultura biodinâmica.   As idéias de Steiner foram difundidas para vários países do mundo, com a colaboração de outros pesquisadores.

Em síntese, podemos destacar que o ponto comum entre as diferentes correntes que formam a base da agricultura orgânica é a busca de um sistema de produção sustentável no tempo e no espaço, mediante  o manejo e a proteção dos recursos naturais, sem a utilização de produtos químicos agressivos à saúde  humana e ao meio ambiente, mantendo incremento da fertilidade e a vida dos solos, a diversidade  biológica e respeitando a integridade cultural dos agricultores.

* Produtos orgânicos são ecologicamente corretos - a produção vivifica o solo, mantém as  florestas naturais e o ciclo das águas limpas. O meio ambiente agradece o  equilíbrio   promovido no ecossistema em que a agricultura orgânica ou biodinâmica reside.

* Os projetos orgânicos são socialmente justos - se preocupam com o bem estar das   pessoas e respeitam seus direitos.

*  A sustentabilidade deve existir  - tornar-se economicamente viável é uma meta.

Plantio e colheita buscam qualidade, respeitando as estações do ano, clima da região, maturação, além de outros fatores fundamentais a uma agricultura equilibrada. Com esses  cuidados o resultado é a produção de alimentos saudáveis, onde seus nutrientes são conservados. Por tudo isso são ricos e completos em sua essência.

*Alimentos orgânicos recebem selos de certificação, que atestam a veracidade dos produtos e as  condições ideais de produção.

Mas tenha atenção, não se deixe confundir : - Alimento integral nem sempre é orgânico
                                                                       - Alimento natural nem sempre é orgânico
                                                                       - Alimentos hidropônicos não são orgânicos
                                                                       - Alimentos Transgênicos não são orgânicos

 


www.namaste.ind.br - alimentos organicos e certificados